Quinta, 29 de Outubro de 2020 12:50 83 986038775
POLÍTICA VISÃO FUTURISTA

PROJETO FUTURISTA DESENVOLVIDO NA GESTÃO DE PEDRO BARBOSA REPERCUTE NO ANO DE 2020 NA REGIÃO DE PATOS - PB

PROJETO FUTURISTA DESENVOLVIDO NA GESTÃO DE PEDRO BARBOSA REPERCUTE NO ANO DE 2020 NA REGIÃO DE PATOS - PB

06/10/2020 14h19 Atualizada há 3 semanas
736
Por: SE LIGA SERTÃO Fonte: SE LIGA SERTÃO
PROJETO FUTURISTA DESENVOLVIDO NA GESTÃO DE PEDRO BARBOSA REPERCUTE NO ANO DE 2020 NA REGIÃO DE PATOS - PB

Em matéria veiculada no Portal Correio datada de 18/01/2020 (https://portalcorreio.com.br/prefeitos-acordo-mppb-fechar-lixoes/), vislumbra-se a notícia de que houve a adesão de 146 municípios paraibanos ao projetoimplementado pelo Ministério Público da Paraíba “Fim dos Lixões”. Noacordo formalizado os municípios se comprometeram a dar o destino adequado aos resíduos sólidos e a recuperar as áreas degradadas pelo depósito de dejetos a céu aberto.

                        O acordo de não-persecução penal e o Termo de Ajustamento da Conduta (TAC), integram o projeto ‘Fim dos Lixões’, idealizado pela Procuradoria-Geral de Justiça, pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade (Ccrimp) e Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente. O projeto tem o apoio do Ministério Público Federal, da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e Ibama.

A iniciativa começou a ser implementada em 2018, nas regiões de João Pessoa e Guarabira, onde 68 gestores (sendo 18 deles de municípios da região de João Pessoa e 50, da região de Guarabira) se comprometeram a extinguir seus lixões no prazo de um ano (a contar da data da assinatura do acordo de não-persecução penal) e a recuperar as áreas degradadas no prazo de cinco anos.

Dos municípios listados na reportagem, é possível observar que a cidade de São Mamede – PB não precisou aderir ao projeto, haja vista que na gestão do Prefeito Pedro Barbosa foi construído o aterro sanitário modelo na cidade, desenvolvendo um projeto futurista na região e em todo o estado da Paraíba, o qual aproximadamente 12 (doze) anos depois vem repercutindo em toda região.

Para tanto, basta perceber que em setembro de 2018 somente na Paraíba, 195 dos 223 municípios (87,44%) ainda mantinham lixões a céu aberto, ou seja, apenas 12,56% contavam com aterros sanitários, dentre estes a cidade de São Mamede – PB, conforme informações no Portal Correio (https://correiodaparaiba.com.br/cidades/saude-cidades/quase-90-dos-municipios-da-paraiba-ainda-despejam-lixo-a-ceu-aberto/) e em janeiro de 2020 mais de 140 municípios tiveram que assinar o Termo de Ajustamento da Conduta (TAC) comprometendo-se a dar o destino adequado aos resíduos sólidos e a recuperar as áreas degradadas pelo depósito de dejetos a céu aberto. Assinaram o acordo 18 municípios da região de JP, 50 municípios da região de Guarabira,21 municípios da região de CG, 39 municípios da região de Patos e 18 municípios da região de Sousa.

O projeto desenvolvido ainda no ano de 2008 demonstra uma visão administrativa futurista na infraestrutura da cidade desempenhada pelo gestor da época, repercutindo a longo prazo na administração local, gerando benefícios concretos e permanentes ao bem estar da população e crescimento socio-administrativo da gestão pública.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias